• Ângelo Veiga

Produtividade: a busca eterna





Em 1950, a troca de pneus numa corrida de fórmula 1 durava “apenas” 67 segundos. Tá certo que eram permitidos apenas três mecânicos.


Atualmente, uma troca acima de 3 segundos pode significar a perda do primeiro lugar ou da posição ocupada. 


Para efetuar a troca de pneus em aproximadamente 2 segundos, são requeridos nos dias de hoje, 20 mecânicos treinados que atuam de forma integrada e sinérgica.


Quem está sendo mais produtivo?


Não resta dúvida que a equipe com 20 mecânicos é bem mais produtiva, todavia a um custo infinitamente maior.


O que realmente importa em termos de produtividade numa situação dessa?


Certamente que o tempo da operação, ou seja, o resultado para se atingir o objetivo pretendido.


Custo e quantitativo de pessoal, nesse caso, são irrelevantes para que se atinja o objetivo final.


Neste exemplo, o que poderia tornar a operação mais produtiva? A substituição de equipamentos por outros mais velozes o que se caracteriza como uma evolução tecnológica ou uma mudança conceitual na forma de trocar os pneus.


Um bom exemplo de inovação conceitual, voltada ao aumento da produtividade financeira, foi implementada pelos bancos com o internet banking. Mudou-se o conceito. Agora, nós trabalhamos para eles que ainda nos cobram por isso.


Tecnicamente, produtividade é a relação entre os meios, recursos (humanos, materiais e financeiros) e a produção final. Indicadores Operacionais de Desempenho, os famosos KPIs (Key Performance Indicators) facilitam e demonstram a produtividade em diversos setores da economia para efeitos de comparação.


Uma consciência que se deve ter para otimizar a produtividade é de que “todo processo poder ser melhorado”.


Uma cultura empresarial com uma ambiência que privilegie e fomente a inovação é um ponto fundamental para que se obtenha produtividades crescentes.


Quem está atuando diretamente no processo, em especial na produção, e se defronta com algum impasse, ali está a oportunidade para que a inovação possa otimizar a produtividade.


Não basta tratar apenas dos processos. É preciso ter pessoas certas nos lugares certos, numa ambiência onde a comunicações flua e reflua numa relação Líderes-Liderados que privilegie a cooperação.


Aí teremos a receita certa para obtenção de produtividades crescentes ou exponenciais!


Por Ângelo Veiga


Seja membro da nossa comunidade no Space by wix e receba todos nossos conteúdos. http://wix.to/hIdQiXs?ref=m_cl

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo